segunda-feira, 6 de abril de 2009

Construindo alicerces...



Nesses dias de visita da minha mãe, do meu irmão, de rever minha tia e primos parei um pouco pra pensar como a família é essencial...não que não o soubesse antes,mas a partir do momento que ficamos longe passamos a valorizar muito mais coisas que antes pareciam tão simples,cotidianas.Um sorriso, uma brincadeira, "um mico", um olhar , agora não são mais os mesmos, mas se mostram muito mais especiais,únicos;nos tornamos verdadeiramente completos.



E é aí que batemos de frente com a realidade da nossa sociedade e encaramos os problemas de hoje em dia:Como vive um ser humano sem família?Como cresce uma criança sem uma base, sem uma estrutura ou referência?Temos casos de pessoas que venceram sem nenhum apoio desses citados,mas são raros, e quando acontecem,demandam uma boa dose de força de vontade, determinação e persistência.


Em uma pequena reportagem da revista Época dessa semana,está relatado as novas medidas do Governo do Rio de Janeiro (Estado o qual minha mãe e meu irmão residem) em relação as favelas, que dizia que muros serão construídos em 19 delas com o objetivo de conter a expansão de barracos em áreas de mata nativa.Justificativa questionada pelo noticiário Inglês"The Independent" que afirma que "a proximidade das favelas torna desconfortável a vida dos que moram em áreas nobres" e também diz que o "constante avanço das favelas ameça a reputação do Rio de destino turístico idílico"



Tapar o sol com a peneira,fechar os olhos pra realidade social, e mostrar que o "Rio continua lindo" e com certeza assim o é, mas e a pergunta: "Como andam as famílias que vivem nesses locais?". Ou então:"Que políticas poderiam ser adotadas para melhorar a qualidade de vida da população que necessita?"

(...)

Se não tivermos um alicerce, um sustento familiar(mesmo que à distâcia), uma condição para que os pais conduzam seus filhos como cidadãos, pro mercado de trabalho, para a vida diária, não é de se espantar que as coisas caminhem para o caos...


...mas aí talvez possamos construir muros!!

2 comentários:

Blade disse...

Nossa Jaque...tô me impressionando com as coisas que você escreve aqui!!

Família é presente de Deus. Eu me orgulho da minha. E é por isso que nós precisamos pregar o evangelho dentro da nossa casa tbM, eu quero toda minha família no céu!!

Lembro daquele ditado: "O que os olhos não vêem, o coração não sente"

É mais ou menos isso que tão querendo fazer no Rio...
Isso é mais do que falta de ética ou qualquer outra coisa. É falta de Jesus. Amor ao próximo é inexistente. Onde está a igreja de Cristo nessa hora?! Será que alguém está trabalhando por isso?!

É Deus preparando a volta...

beeju
te amOo
fik coM Deus!!

Celso Pereira Neris Junior disse...

Se continuar assim, vai se tornar "a" cientista social aplicada.

até mais mocinha!