domingo, 1 de novembro de 2009

É natal???



Nesta tarde de Domingo, saí com meu pai para almoçar em comemoração ao seu aniversário na Rua do Porto, lugar "turístico" e bem agradável para se passar tardes ensolaradas como a de hoje.Restaurantes beira rio, famílias passeando,muitos carrinhos de sorvete, enfim, bastante atrativo, até para as pessoas das cidades vizinhas.

Na saída do restaurante, enquanto meu pai estava no caixa, fiquei observando a área infantil do estabelecimento e nele continha uma mesa colorida,folhas de papel,lápis de colorir e uma lousa na parede, entre outros brinquedos. Quando olhei mais atentamente vi o desenho que as duas crianças faziam na tal lousinha.Para meu espanto, elas tinham feito um boneco de neve, junto com uma árvore de natal e todos aqueles adereços que nos é imposto como o "certo" para comemorar essa data. "Meu Deus" , eu pensei na hora! Aquele calor que Deus mandava,nós de frente para um rio, coqueiros e tudo que uma primavera-verão pede e as crianças desenhando boneco de neve???rs
Imaginei que elas deveriam ter conversado: "vamos desenhar algo sobre o natal?", e "voalá", árvores, luzinhas e muita neve!Fiquei realmente espantada.
Pode parecer natural hoje em dia, utilizar tais artificies para representar o natal,mas nas entrelinhas, é uma forma de aceitar a cultura norte-americana, pois nessa época,lá, por exemplo, neva muito, diferentemente daqui, que conta com temperaturas altíssimas e um sol escaldante.

O que me incomodou mais foi o fato de terem sido crianças, que tão inocentemente ali revelaram suas influências.Tão novas, elas já demonstravam qual a concepção dessa data para elas.Além de excluírem o nascimento de Cristo, o principal para essa comemoração, a dominação dessa cultura estrangeira.Com essa questão de globalização, usamos desde de roupa até o tradicional "mac donalds" do "Tio Sam", mas,continuaremos herdando nós também hoje essa cultura de transformar nosso natal em bonequinhos de neve???Continuaremos ensinando isso as nossas crianças???

Um comentário:

T.Blade disse...

É né Jacque...
deixamos muitos nos influenciar pela cultura norte-americana. E é em tudo. A tão contestada teologia da prosperidade é coisa da terra do "tio Sam"...
E o verdadeiro sentido do natal na verdade não existe. Até nós cristãos muitas vezes desconsideramos o nascimento do nosso Salvador e procupamos mais em enfeitar nossa casa com uma bela árvore e bolas coloridas...
Mas vai ser assim até a igreja não tomar uma posição perante a sociedade...!!!

Deus te abençoee
bejoo