sexta-feira, 20 de março de 2009

Vida!

O Curioso caso de Benjamin Button foi o filme que assisti Quarta-Feira,no meu quase primeiro passeio aqui em Araraquara.Companhias boas,comentários a parte,mas não só eu como mais pessoas ficaram pensativas a respeito do filme e as consequências para vida real se aquilo de fato acontecesse.Adaptação de um romance de 1920, O Curioso Caso de Benjamin Button, de F. Scott Fitzgerald, conta a história de um homem que nasce com oitenta e poucos anos e com o passar do tempo vai rejuvenescendo,trilhando a partir de então um caminho incomum.
O que pude observar e o que na verdade me intrigou e me fez refletir foi a respeito da vida.O dom dela é dado por Deus, e realmente Ele faz as coisas de forma perfeita.Imaginemos se as nossas vidas fossem como o de Benjamin:Saberiamos o momento certo em que morreríamos,nossa vida seria limitada pelo tempo,não conseguiriamos construir algo concreto pois sempre estaríamos (por mais que aparentemente não) retrocedendo.Nossas vidas seriam mais incontantes ainda.Graça é ter a liberdade de não saber quando iremos partir..é poder construir uma vida , levá-la de forma normal sem saber o fim para ela:a morte..sabemos que ela vem, mas quando?Quem a sabe?
Minha intenção nesse post,não é retratar a morte em si e sim como é maravilhoso o fato de crescermos e como isso foi criado com plano certeiro.

Filosofando,rs!

Esperando...

Um comentário:

Vick disse...

Bem, eu ainda não assiti ao filme mais estou curiosa.
Realmente nossas vidas seriam monótonas e sem o desejo de nos focarmos em relacionamentos exteriores, trazendo nos a solidão e a exclusão individual, assim como aquele que não crê no amor de Cristo.
E se não crermos no amor daquEle que mais demonstrou afeto pelas nossas vidas, em quem iremos acreditar??


Vick